Sertralina: Entenda Mais Sobre Esse Poderoso Composto

Perda de Peso
A Sertralina é um composto muito usado como antidepressivo. Porém, ele também tem efeitos na perda de peso, pois ele diminui o apetite. Veja mais detalhes sobre essa substância poderosa abaixo.
Manuela Jobst
Manuela Jobst Nutricionista Clínica

Infelizmente, é cada vez mais comum encontrar pessoas que desenvolvem transtornos psicológicos

A depressão, por exemplo, é considerada a doença do século. Além de diminuir de forma significativa a qualidade de vida das pessoas, vem tirando inúmeras vidas.

Mas esse não é o único tipo de distúrbio, são vastos os nomes de doenças que vem afligindo cada vez mais e mais. Entre eles encontramos o TOC, síndrome do pânico e transtorno de estresse pós-traumático.

A Sertralina é um medicamento que vem sendo uma grande aliada no tratamento dessas condições.

Se você quer saber mais sobre ela, seus usos e indicações, acompanhe.

O que é a sertralina?

A Sertralina é um remédio antidepressivo utilizado para o tratamento de diversos transtornos psicológicos.

É um produto que pode te ajudar a restaurar seu interesse na vida cotidiana, isso porque ele te ajuda a melhorar o humor, o sono, regular o apetite e aumentar o nível de energia.

Entre outros benefícios estão a redução:

  1. Do medo;
  2. Da ansiedade;
  3. Dos ataques de pânico;
  4. Dos pensamentos indesejados;
  5. Da compulsão por realizar tarefas repetitivas.

É um medicamento de tarja vermelha, isso significa que são destinados a quadros clínicos que exigem maior cuidado e controle. Por isso precisa de acompanhamento e prescrição médica.

Para que serve?

A Sertralina está ganhando cada vez mais reconhecimento atualmente, pois está sendo associada ao tratamento de doenças psicológicas causadas pelo estresse do dia a dia.

O seu uso serve para tratar também distúrbios ligados a alguma perda ou situação que cause oscilações nas emoções.

Entretanto, por atuar diretamente na saúde mental, é importante se atentar aos seus efeitos, uma vez que, nem sempre os benefícios apresentados podem garantir uma boa qualidade de vida para o corpo todo.

Sendo assim, a Sertralina precisa ser utilizada com todas as precauções e, de preferência, com a recomendação de um profissional da área da saúde.

Como atua?

Este medicamento é um antidepressivo da categoria ISRS (Inibidores Seletivos da Recaptação da Serotonina).

Ou seja, ele age no nosso sistema nervoso central inibindo a reabsorção do neurotransmissor serotonina, o que faz com que ela (serotonina) consiga ficar mais tempo ativo no cérebro.

A serotonina age como comunicador, transmitindo sinais entre as células nervosas. Esse neurotransmissor age sobre:

  • Funções cognitivas;
  • Sensibilidade;
  • Emoções;
  • Apetite;
  • Sono. 

Por isso ela pode nos deixar mais felizes, calmos, focados e menos ansiosos.

Quando se demonstra bons resultados o tratamento com Sertralina pode ser continuado, sendo eficaz na prevenção de recaída dos sintomas iniciais da depressão e na repetição de outros episódios depressivos.

Contraindicações

A Sertralina é contraindicada para:

  1. Pacientes que façam tratamento com pimozida;
  2. Pessoas alérgicas à sertralina ou algum de seus componentes;
  3. Paciente que utilizem algum IMAO (inibidores da monoaminoxidase).

Devem se atentar para informar ao médico qualquer problema de saúde presente em seu histórico médico, pessoal ou familiar.

#ATENÇÃO
Gestantes

Se você está grávida, ou está pensando em engravidar, procure seu médico. Ele irá te informar sobre os benefícios e riscos que esse medicamento pode trazer para a gravidez.

Efeitos colaterais

Esse tratamento pode trazer alguns efeitos colaterais como:

  • Insônia;
  • Tontura;
  • Náuseas;
  • Boca Seca;
  • Sonolência;
  • Dores no peito.

Caso os sintomas persistirem ou se agravarem você deve procurar a ajuda de seu médico ou farmacêutico. 

Vale se lembrar de que seu médico não lhe passaria um tratamento se não acreditasse que os benefícios seriam maiores que os efeitos. Por isso, não descontinue o tratamento sem que ele indique.

Como tomar?

As dosagens iniciais de Sertralina podem ser entre 25 mg/dia a 50 mg/dia e serem aumentadas gradativamente para no máximo a 200 mg/dia. Para cada tratamento existe uma variação da dosagem.

Este medicamento deve ser tomado uma vez ao dia, de manhã ou à noite, podendo ser em jejum ou junto de uma refeição.

Combinações

Algumas pessoas combinam a Sertralina com algumas outras substâncias. A seguir vamos explicar um pouco mais sobre essas combinações.

  • Sertralina + Fluoxetina: essa combinação não é muito recomendada, uma vez que atuam com o mesmo mecanismo e apresentam a mesma classe em antidepressivos, o que pode causar efeitos graves;
  • Sertralina + Sibutramina: essa combinação não é indicada, isso se deve ao fato da Sibutramina não poder entrar em contato com outras substâncias que ajudam a emagrecer ou que são para tratar problemas psicológicos;
  • Sertralina + Amitriptilina: os dois compostos servem para o tratamento depressivo, porém, não são recomendados para a ingestão juntos, pois podem causar reações adversas para o organismo, já que a Amitriptilina apresenta mais ação analgésica.

FAQ

Saiba mais sobre a sertralina e tirando suas dúvidas sobre seus efeitos e uso:

1
A sertralina emagrece?

Apesar de muitos pacientes demonstrarem facilidade para se perder peso durante o tratamento, esse não é um medicamento emagrecedor.

Deve-se levar em consideração que a ansiedade pode gerar uma compulsão por comida, quando tratada, há uma redução no apetite, e maior controle da sensação de fome. Levando ao emagrecimento.

 

2
Quanto tempo demora a fazer efeito?

Depende muito. O início dos efeitos podem ocorrer dentro de 7 dias. Porém, são necessários períodos mais longos para demonstrar uma real resposta.

 

3
Crianças podem usar este medicamento?

Sim. Foi comprovada a segurança e a eficácia desse medicamento para pacientes pediátricos com transtorno obsessivo compulsivo (TOC) com idades entre 6 e 17 anos.

 

4
Quais os riscos da superdosagem?

Caso tenha ingerido uma quantidade maior do que a indicada de Sertralina é importante procurar um médico imediatamente e levar a embalagem do produto.

Entre os sintomas da superdose estão a sonolência, o enjoo e vômito, o aumento dos batimentos do coração, o tremor, a agitação, a tontura e em alguns casos, pode causar o aumento da pressão arterial, causando certo desconforto.

5
Precisa de receita?

Para a compra da Sertralina é preciso apresentar a receita, pois é um composto que atua diretamente no sistema nervoso, assim, os cuidados precisam ser tomados.

6
Qual a melhor marca e melhor preço?

Atualmente, essas são as marcas e lugares mais conhecidos para a compra desse composto.

  • Geolab;
  • Medley;
  • Drogasil;
  • Ultrafarma;
  • Mercado Livre;
  • Farmácia popular;

Entretanto, mais uma vez atentamos para o cuidado que é preciso ter com a ingestão da Sertralina, sem contar que, os preços podem ser altos, pois é feito um tratamento com ele, dessa forma, pode causar mais gastos.

Depoimentos

Veja agora alguns relatos de pessoas que começaram a fazer uso da Sertralina.

Flávia Alves
Presidente Prudente, SP
Quando eu li as informações sobre esse composto, eu comprei para começar o tratamento, mas não imaginava que iria trazer efeitos adversos para a minha saúde. Nas primeiras semanas de uso, eu me sentia super bem, mas depois de um mês, eu só sentia náuseas frequentes, além de não conseguir dormir durante a noite como antes. Procurei um médico e ele me auxiliou a parar com a ingestão. Não indico o seu uso, só agora estou conseguindo voltar a dormir como antes.
Enzo Mendes
São Gonçalo, RJ
Me indicaram o uso da Sertralina para tratar a depressão, eu pensei que fosse me ajudar, mas na verdade só piorou os sintomas. Eu comecei a ter algumas crises de ansiedade com o uso desse composto. Precisei começar um novo tratamento com a minha psicóloga, para reparar os estragos que a ingestão da Sertralina me trouxe. Não indico a ingestão para essa finalidade.

Conclusão

A sertralina é um remédio indicado para o tratamento de distúrbios psicológicos, por agir sobre a serotonina, seus benefícios incluem melhor humor, redução do medo e controle das emoções.

Como já mencionado, esse é um medicamento que necessita de acompanhamento e prescrição médica. Não comece ou interrompa o tratamento sozinho, pois, a sua ingestão pode aumentar ou trazer novos sintomas dos distúrbios psicológicos.