Guia do Licopeno → O que é, Para que Serve e Dosagens

Nutrição e bem-estar
Conheça todos os benefícios do Licopeno e sua importância para a saúde e bem-estar.
Manuela Jobst
Manuela Jobst Nutricionista Clínica
Você vai ler: FAQ / Para que serve? / Como tomar? / Benefícios /

Licopeno é uma substância que tem sido cada vez mais estudada por cientistas e profissionais de saúde. Responsável por dar cor avermelhada a diversas frutas e alimentos, sua função vai muito além disso.

Segundo os últimos estudos, cada vez mais é possível atribuir a esse carotenóide uma ação efetiva na saúde, que parte desde a prevenção do câncer e melhora da imunidade, até mesmo a redução do risco de doenças cardiovasculares.

Mostra-se, ainda, responsável por realizar certas detoxificações no corpo humano, ajudando a eliminar substâncias prejudiciais.

Quantidades efetivas de licopeno são raramente encontradas nas dietas, sobretudo no hábito alimentar brasileiro, o que justifica cada vez mais sua suplementação.

Resumo do Licopeno
Nomes comuns:
  • Licopeno;
  • Lycopersici esculentum Mill.
Auxilia em:
Dosagens típicas:
  • 10mg.

Perguntas e Respostas

Separei também as perguntas mais frequentes sobre o produto. Confira:

1
Ajuda na queda de cabelo?

Sim, esse composto é capaz de favorecer o crescimento capilar, sobretudo em homens com histórico de alopécia androgênica.

2
Aumenta a testosterona?

Não existe correlação entre uso de licopeno e aumento (ou queda) da testosterona em indivíduos saudáveis.

3
Licopeno emagrece?

Não foi possível encontrar estudos que embasassem o uso deste suplemento para perda de peso ou redução de medidas.

4
Gestantes podem tomar?

Licopeno tem sido indicado por diversos médicos para reduzir o estresse oxidativo gerado pela gravidez. Consulte o médico.

Para que serve?

Licopeno, nos alimentos, é o responsável por dar coloração avermelhada, note-se como exemplos principais o tomate e a goiaba.

No entanto, sua função de forma alguma é restrita a apresentar coloração, sendo cada vez mais relacionado a saúde, por conter alto teor de antioxidantes.

Seu consumo ajuda a prevenir o envelhecimento, reduzir o estresse oxidativo, combater de câncer e até mesmo de alguns tumores viscerais.

Tem sido cada vez mais utilizado e indicado por profissionais de saúde que detectam dietas relativamente pobres nesse carotenóide.

Cada vez mais é possível encontrar estudos que embasem seus efeitos nas mais diversas áreas da saúde.

Como tomar?

Ao contrário de muitos suplementos, sua ingestão per si não é muito bem aproiveitada.

Para uma absorção maior no corpo humano, é importante ingeri-lo junto a uma pequena fração de gordura, daí a recomendação de se utilizá-lo junto ou após as refeições, sobretudo as com maiores quantidades de gordura.

As dosagens necessárias normalmente giram em torno de 10 a 20mg diários, podendo ser divididas em duas refeições.

Uma das melhores fontes de gordura para ser consumida junto a suplementação com licopeno é o azeite de oliva, por seu caráter monoinsaturado.

Abaixo, listamos algumas recomendações de ingestão:

  1. Tomar 10mg de licopeno junto a uma refeição com 10ml de azeite;
  2. Ingerir 10mg de licopeno, pela manhã, junto a abacate.

Benefícios

Conforme já dito, a cada dia são descobertas novas funções, propriedades e benefícios do licopeno.

Abaixo, listamos os benefícios mais bem conhecidos pela ciência atribuídos a esta substância, confira:

#1
Prevenção do câncer

Diversos estudos suportam que indivíduos com altos níveis de licopeno em seu sangue tendem a ter menos incidência de câncer, sobretudo no pulmão e na próstata.

Embora haja certa controvérsia em alguns estudos, não há documentação de efeitos deletérios do seu consumo, o que justifica seu uso.

Em relatos pela internet, diversos pacientes oncológicos relatam melhoras com o consumo de altas doses de licopeno.

#2
Redução do risco de doenças cardíacas

Certos estudos famosos na comunidade médica também mostraram uma série de efeitos benéficos ao coração e ao perfil lipídico de pessoas com altas quantidades desta substância no sangue.

Por inibir parcialmente a oxidação do colesterol de tipo LDL e também inibir a sua deposição nas paredes sanguíneas, licopeno mostra-se uma excelente forma de fortalecer e melhorar o perfil lipídico.

Em alguns paises, compara-se o uso de licopeno ao uso de estatinas, sendo o primeiro isento de efeitos colaterais.

#3
Eliminação de substâncias tóxicas

Através de sua ação antioxidante e protetora, esse carotenóide é capaz de ajudar o corpo a expulsar toxinas oriundas do ambiente, como metais pesados, drogas e outras.

Além disso, foi comprovada sua capacidade em ajudar o corpo a lidar com toxinas como pesticidas, muito presentes em alimentos não-orgânicos, sobretudo no Brasil.