Guia da Faseolamina → Para que Serve, Dosagens e Principais Benefícios

Perda de Peso
O suplemento de Faseolamina é muito procurado em todo o mundo para favorecer a perda de peso. Para conhecer seus mecanismos de ação, principais benefícios e algumas informações de uso, acompanhe a leitura deste artigo.
Manuela Jobst
Manuela Jobst Nutricionista Clínica

A faseolamina é uma substância retirada do Phaseolus Vulgaris, popularmente conhecido como feijão branco. Seu uso mais popular é como emagrecedor e, também como bloqueador ou neutralizador do amido.

Também participa no combate da enzima responsável por transformar os carboidratos em açúcar, o que evita que o corpo transforme esse excesso de glicose em gordura. Também facilita a perda de peso, agindo diretamente sobre a gordura abdominal.

Além disso, esse produto combate a resistência à insulina, aumenta a energia, melhora o desempenho atlético, alivia os sintomas de artrite e reduz o risco de diabetes, doenças cardíacas e câncer de cólon.

Resumo do Faseolamina
Nome comum:
  • Faseolamina;
  • Faseolamin.
Auxilia em:
  • Ajuda no tratamento da perda de peso;
  • Controla os níveis de açúcar no sangue;
  • Melhora o funcionamento do intestino.
Dosagens típicas:
  • 500mg.

Para que serve?

Como vimos, um dos principais objetivos da Faseolamina é promover a perda de peso. Ela participa do processo para impedir que o amido entre na corrente sanguínea e seja convertido em gordura.

Além disso, de acordo com um estudo recente, ela demonstrou uma redução da sensação de fome devido à supressão dos hormônios grelina.

O mais interessante, é que ao contrário de outros emagrecedores, a faseolamina não usa cafeína ou anfetamina, por isso ela reduz as chances de reações adversas.

Ainda mais, esse produto pode ajudar pessoas com diabetes a controlar melhor os níveis de glicose no sangue, principalmente após as refeições, e aumentar a sensibilidade à insulina.

Não o bastante, ele pode aumentar os níveis de energia, oferecer ação anti-inflamatória, reduzindo os sintomas da artrite, dando maior conforto e mobilidade, o que auxilia na melhora do desempenho físico.

Como tomar?

Para garantir a sua segurança e os melhores resultados, é importante sempre seguir as recomendações de uso e respeitar as dosagens.

A dose usual recomendada é de 1 cápsula de 500mg, duas ou três vezes ao dia, preferencialmente 30 minutos antes das principais refeições.

Uma forma de potencializar os resultados desse produto é associá-lo a outros suplementos como:

  1. Faseolamina 300mg + Orlistat 80mg;
  2. Faseolamina 250mg + Morosil 500mg;
  3. Faseolamina 500mg + Picolinato de Cromo 100mcg;
  4. Faseolamina 250mg + Cassiolamina 250mg + Glucomannan 500mg.

Benefícios

A faseolamina pode demonstrar diversos benefícios, entre eles podemos citar:

#1
Perda de peso

Nos últimos anos, a Faseolamina tornou-se um dos ingredientes mais elogiados para perder peso. Isso se dá porque age bloqueando a absorção do amido que normalmente é armazenado nas células de gordura.

Ela também pode acelerar a perda de peso por promover a redução da sensação de fome, se ligando com receptores no intestino para afetar a liberação dos hormônios grelina, suprimindo assim o apetite.

Como esse produto bloqueia a absorção de amidos e carboidratos, ele faz com que carboidrato passe diretamente pelo sistema digestivo, que inibe a formação da gordura indesejada e impede seu acúmulo

#2
Auxílio no tratamento e na prevenção do diabetes

A Faseolamina pode participar no controle glicêmico. Isso porque ela é uma inibidora da enzima alfa-amilase, que tem como função fornecer a degradação dos carboidratos transformando em açúcar.

Ou seja, ela impede essa transformação, ajudando a controlar os níveis de glicose no sangue, principalmente após as refeições.

Ela também pode ajudar a aumentar a sensibilidade à insulina, que é essencial tanto no tratamento, como na prevenção do diabetes.

#3
Bom para o funcionamento do intestino

Por a Faseolamina ser rica em fibras, ela auxilia no combate à prisão de ventre, acelerando o trânsito intestinal e aumentando o volume das fezes, facilitando assim, sua eliminação. 

Também auxilia na eliminação das toxinas que se encontram no intestino, por meio das fezes, assim como controlar e regular o seu pH.

Ainda mais, ajuda a manter a saúde da flora intestinal e do sistema gastrointestinal, visto que pode servir de alimento para as bactérias benéficas, lá encontradas, promovendo a saúde da microbiota intestinal.