Guia do Extrato de Romã → O que é, Dosagens e Benefícios

Nutrição e bem-estar
O Extrato de Romã conta com uma composição poderosa rica em ativos e nutrientes, por conta disso é muito procurada para garantir a modulação e funcionamento do organismo e saúde. Para entender mais suas atuações, acompanhe a leitura deste artigo.
Manuela Jobst
Manuela Jobst Nutricionista Clínica
Você vai ler: Para que serve? / Como tomar? / Benefícios /

A romã pode ser considerada como umas das frutas mais saudáveis do planeta. Isso se dá ao fato dela conter uma variedade impressionante de compostos vegetais bioativos que são extremamente benéficos à saúde, além de ser rica em fibras, vitaminas e minerais. 

Estudos vêm comprovando os benefícios propostos por essa planta arbustiva, que a séculos é utilizada pela medicina tradicional. O que explica porque seu uso como suplemento vem crescendo exponencialmente.

Ela contém duas principais substâncias que são responsáveis por toda essa glória: a punicalagins, que demonstra poderosa ação antioxidante e o ácido púnico, potente ácido graxo.

Resumo do Extrato de Romã
Nomes comuns:
  • Extrato de Romã;
  • Pomegranate;
  • Romeira;
  • Milagrada.
Auxilia em:
Dosagens típicas:
  • 250mg;
  • 500mg.

Para que serve?

Como vimos acima, o extrato da romã contém propriedades antioxidantes poderosas, o que lhe confere a habilidade de neutralizar a atividade dos radicais livres, impedindo que causem danos oxidativos às células.

Ação que traz benefícios como a melhora no sistema imunológico, a prevenção do envelhecimento precoce e de doenças crônicas e neurodegenerativas, como o Alzheimer.

Ele pode trazer maior saúde para o coração. Estudos indicam que o uso desse suplemento pode reduzir os níveis de LDL (colesterol ruim) e triglicerídeos, aumentando os de HDL (colesterol bom), levando à maior controle do colesterol total.

Além disso, reduz a pressão alta, isso porque ele aumenta o fluxo sanguíneo.

Ao controlar o colesterol e diminuir a hipertensão, esse produto está acabando com os principais fatores de risco para doenças cardiovasculares.

A concentração de antioxidantes nesse produto e a capacidade de afetar o estresse oxidativo o transformam em um auxiliar de fertilidade, pode ainda  aumentar os níveis de testosterona, tanto em homens quanto mulheres, aumentando o desejo sexual.

Mas esses não são os únicos benefícios, ela ainda pode promover melhoras no sistema digestivo e demonstrar poderes nootrópicos e neuroprotetores, melhorando o aprendizado e a memória. 

Como tomar?

Para garantir a sua segurança e os melhores resultados, é importante seguir as recomendações de uso e respeitar as dosagens.

A dosagem usual recomendada costuma ser de uma cápsula, duas vezes ao dia, variando entre 350 e 500mg.

A superdosagem desse produto pode levar a efeitos colaterais indesejados como:

  1. Enjoo;
  2. Vômito;
  3. Alteração na pressão.

O Extrato da Romã pode conter algumas contraindicações como para gestantes, lactantes e crianças, por isso, consulte o médico antes de iniciar a suplementação.

Benefícios

O suplemento de Extrato de Romã possui diversos benefícios, entre eles podemos destacar:

#1
Propriedades antioxidantes

Esse produto contém substâncias como as punicalagins, que demonstram poderosa ação antioxidante. Ação que promove maior saúde para todo o organismo, isso porque neutraliza a atividade dos radicais livres, impedindo os danos oxidativos às células.

Isso é de ajuda para diversos processos, como por exemplo, para reforçar o sistema imunológico, ajudando a combater agentes patogênicos como fungos, vírus e bactéria, demonstrando poderosa ação anti-inflamatória e anti-infecciosa.

Também ajuda no cuidado da pele, prevenindo o envelhecimento precoce dos tecidos, deixando-a com uma aparência mais jovial e viçosa. Além disso, participa na prevenção de doenças crônicas e neurodegenerativas, como o Alzheimer e o Parkinson.

#2
Promove saúde ao coração

Seus benefícios ao coração se dão graças a sua ajuda em eliminar alguns dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares: o colesterol alto e a hipertensão.

Estudos indicam que o uso desse suplemento pode reduzir os níveis de LDL, considerado colesterol ruim, e triglicerídeos, aumentando os de HDL considerado o bom, levando à maior controle do colesterol total e triglicerídeos.

Além disso, ele aumenta a síntese de óxido nítrico, um poderoso vasodilatador, o que aumenta o fluxo sanguíneo, ajudando assim a regular a pressão arterial.

#3
Ação anticancerígena

Diversos estudos sugerem que o consumo de romã pode retardar a progressão do câncer de próstata, prolongando assim a qualidade de vida dos pacientes. 

Podemos associar essa ação a seis componentes que atuam sobre  vários processos biológicos envolvidos no crescimento tumoral, angiogênese (formação de novos vasos sanguíneos) e metástase (formação de uma nova lesão tumoral a partir de outra) do câncer de próstata.

Além disso, ela demonstrou ser eficaz, contra outros tipos de câncer como o de mama, pulmão, cólon e pele

Esses estudos ainda explicam que a romã pode retardar a oxidação e a síntese de prostaglandina, que inibe a proliferação e invasão de células responsáveis pelo câncer de mama, levando à morte celular.