Guia da Arginina → Para que Serve, Como Tomar e Efeitos Colaterais

Desempenho Físico
A Arginina é uma substância que auxilia na dilatação dos vasos sanguíneos, além de ser essencial para o desenvolvimento e ao bom funcionamento dos músculos. Por isso, é um dos compostos mais procurados pelos praticantes de musculação.
Manuela Jobst
Manuela Jobst Nutricionista Clínica
Você vai ler: FAQ / Para que serve? / Como tomar? / Benefícios /

A arginina é um dos 20 aminoácidos que compõem as proteínas. Representa um papel na divisão celular, no tratamento de feridas, no bom funcionamento do sistema imunológico e na secreção de determinados hormônios, principalmente o hormônio do crescimento.

No caso do hormônio do crescimento, permite estimular a produção e a regeneração celular no organismo, auxiliando a musculação por seus efeitos anabolizantes. É igualmente utilizada para combater a fadiga e aumentar a fertilidade masculina.

A partir da arginina, o corpo produz o óxido nítrico, uma substância que favorece a dilatação dos vasos sanguíneos, e da creatina, um nutriente não essencial associado ao desenvolvimento e ao bom funcionamento dos músculos, além de produzir, armazenar e levar energia até as células musculares.

Resumo da Arginina
Nomes comuns:
  • Arginina;
  • L-Arginina.
Auxilia em:
Dosagens típicas:
  • 500mg;
  • 1000 mg;
  • 2000mg;
  • 3000 mg.

 

Perguntas e Respostas

Separei também as perguntas mais frequentes sobre o produto. Confira:

1
Pode tomar antes de dormir?

Sim, muitos atletas e pessoas que buscam alto rendimento preferem ingerir arginina antes de dormir pelo seu efeito no aumento de liberação de GH, o hormônio do crescimento.

2
Quais os efeitos colaterais?

A maioria dos usuários que fizeram a utilização do produto não apresentaram efeitos colaterais, porém, algumas raras exceções apresentaram náuseas, diarreia, cólicas e reações cutâneas de hipersensibilidade.

3
Tem contra indicação?

Sim, o produto possui algumas contraindicações. Ele não é recomendado para mulheres grávidas ou que estejam amamentando. Também não é indicado para quem ja sofreu algum ataque cardíaco ou para diabéticos, por causa de suas propriedades vasodilatadoras, que aumentam o fluxo sanguíneo.

4
Funciona mesmo?

Sim, a arginina representa importantes papéis no bom funcionamento do sistema imunológico e na secreção de determinados hormônios.

Para que serve?

A arginina tem efeito em diversos processos metabólicos, e ajuda no tratamento de doenças cardiovasculares e em casos de hipertensão. Além disso, estimula a circulação sanguínea, fortalece o sistema imunológico e tem uma ação positiva sobre a libido masculina.

Por outro lado, atua na síntese de óxido nítrico, sendo útil no tratamento da disfunção erétil, além de melhorar o fluxo de sangue para os músculos, e ajudar na recuperação da fadiga.

Alguns estudos foram feitos para mostrar sua eficácia na síntese da ureia,o que por sua vez ajuda na eliminação de toxinas nocivas ao organismo, como a amônia. Também atua no processo de liberação da insulina, o que pode prevenir casos mais leves de diabetes.

Como tomar?

A dosagem vai depender das necessidades e objetivos de cada indivíduo. No entanto, é importante seguir as orientações abaixo:

  1. A dose recomendada é de 2 a 4 cápsulas ao dia ou conforme a orientação do profissional;
  2. No caso de melhorar a performance nos exercícios, recomenda-se tomar de uma a duas horas antes dos treinos;
  3. Consultar um médico antes de começar a tomar, a fim de avaliar a presença de hipersensibilidade a algum componente;
  4. É essencial respeitar as doses recomendadas;
  5. Se o indivíduo faz uso de outro medicamento, é aconselhável informar o médico.

Benefícios

A arginina já se mostrou eficaz em várias funções do organismo, e entre seus principais benefícios, podemos destacar:

#1
Ajuda no tratamento da disfunção erétil

A disfunção erétil pode ser resultado de uma dificuldade dos vasos de transportar sangue para o órgão reprodutor.

Assim, a ação da arginina sobre a síntese de óxido nítrico permite aumentar o fluxo sanguíneo no pênis.

Estudos mostram que homens com níveis baixos de óxido nítrico, ao usar arginina, melhoraram de forma significante a qualidade das ereções.

#2
Aumento da vasodilatação aparente

Ao ser indispensável na produção de óxido nítrico, o qual tem um papel de neurotransmissor vasodilatador, aumenta o fluxo sanguíneo, o que vai permitir um aumento da oxigenação e no transporte de nutrientes essenciais para o corpo.

Durante os treinos, melhora a vasodilatação dos vasos, e ao promover mais sangue e nutrientes ao músculo, há um efeito na performance.

Embora seja precursora do óxido nítrico, isso estimula a produção de um aminoácido, a citrulina, importante para a vasodilatação.

#3
Aumenta a formação de creatina

Pesquisadores afirmam que a arginina pode melhorar a performance de atletas, por conta de seu papel no organismo, como sua participação na produção e síntese de creatina.

É uma substância que ao armazenar e levar energia às células musculares, representa um papel importante na contração dos músculos.

Ou seja, o organismo utiliza com frequência a creatina para obter energia, logo, se a arginina é indispensável à produção de creatina, é importante sua suplementação.