Guia do Ácido D-Aspártico → Para que Serve, Como Tomar e Efeitos Colaterais

Desempenho Físico
Aumente os níveis de testosterona e o desempenho atlético com o Ácido D-Aspártico, um suplemento dietético importante para aumentar o ganho de massa muscular, aumentar a força e a estamina durante os treinos.
Manuela Jobst
Manuela Jobst Nutricionista Clínica
Você vai ler: FAQ / Para que serve? / Como tomar? / Benefícios /

É um aminoácido não essencial, o que significa que o organismo pode fabricá-lo naturalmente em uma certa quantidade.

Formado principalmente na hipófise, hipotálamo e testículos, tendo uma função importante na libido, crescimento muscular, força e energia.

Serve também para eliminar amoníaco do corpo e produzir açúcar a partir de outros elementos, e por fim, possui um papel de neurotransmissor no cérebro.

Dessa forma, está envolvido na síntese dos hormônios sexuais. Por outro lado, favorece a síntese das proteínas associadas ao desenvolvimento do sistema nervoso, protegendo a função cerebral e celular.

Resumo do Ácido D-Aspártico
Nome comum:
  • Ácido D-Aspártico;
  • Ácido aspártico;
  • Ácido 2-aminossuccínico;
  • Ácido 2-amino-butanodioico.
Auxilia em:
  • Melhora o desempenho de atletas;
  • Aumenta a produção de testosterona;
  • Ajuda no desenvolvimento da massa muscular.
Dosagens típicas:
  • 500mg;
  • 1000mg.

Perguntas e Respostas

Separei também as perguntas mais frequentes sobre o produto. Confira:

1
Tem efeitos colaterais?

Não há efeitos colaterais reportados na literatura sobre o consumo de ácido aspártico em dosagens de até 3 gramas diariamente. Em casos de superdosagem, pode causar desconforto gástrico.

2
Possui bula?

Não. Por se tratar de um suplemento natural, não é necessário o envio da bula. Dessa forma, você pode acompanhar mais orientações do produto neste artigo.

3
É bom para hipertrofia?

O Ácido D-Aspártico é um componente que muitos atletas usam para evitar a fadiga durante os treinos. Pois, ele reforça a formação de hipertrofia por estimular a produção do hormônio de crescimento.

4
500mg? 1000mg? Qual a dosagem ideal?

Essa resposta é bem individual, pois alguns usuários preferem fazer o uso de 1000mg, já outros preferem começar com 500mg e depois ir aumentando gradualmente a dosagem.

Porém, a maioria das pessoas optam por 1000mg diários.

Para que serve?

Desempenha uma função bioquímica e age como um neurotransmissor, tendo um papel importante também no sistema endócrino.

Além disso, estimula a produção do hormônio do crescimento favorecendo a liberação de hormônios sexuais, aumentando assim os níveis de testosterona.

Essas diferentes funções são alguns dos motivos pelos quais explicam seu interesse por parte de atletas, pois contribui não apenas no crescimento das taxas de testosterona, mas ajuda também na construção muscular e melhor performance.

Como tomar?

É importante antes de tomar qualquer suplemento, conversar com seu médico para ajustar a dosagem.

Geralmente, as orientações para o uso do ácido d-aspártico são as seguintes:

  1. Homens: 0,5 a 3g em jejum;
  2. Mulheres: 0,5 a 1g em jejum.

Em ambos os casos, recomenda-se começar com uma dosagem mais baixa e aumentar gradualmente.

Outra orientação se refere a uma pausa de uma semana após 12 dias, e depois repetir o ciclo.

Benefícios

Entre os diversos benefícios, podemos destacar os seguintes:

#1
Aumenta os níveis de testosterona

A testosterona é o hormônio masculino por excelência, que intervém na função sexual e reprodutiva, sendo associado também ao desenvolvimento da massa muscular.

No entanto, alguns homens podem apresentar uma redução na produção de testosterona, onde o ácido d-aspártico age de diversas maneiras para promover o seu aumento.

Seja para desencadear reações em cadeia, assim como estimular a liberação do hormônio LH, o que levará a um aumento dos níveis de testosterona.

#2
Melhora o desempenho atlético

Uma das principais vantagens de níveis mais altos de testosterona é melhorar a produção de energia, o que pode gerar uma maior resistência nos treinos e um melhor desempenho atlético.

Além disso, pode levar a uma melhor noite de sono, o que significa melhores níveis de energia, e sem falar em uma melhor saúde geral e recuperação mais eficaz.

#3
Aumenta a força muscular

Com o passar do tempo, a capacidade do corpo de produzir testosterona diminui, assim como a capacidade de construir e manter massa muscular.

Como a testosterona é conhecida por ser a responsável pela construção muscular, ao aumentar sua quantidade e a do hormônio do crescimento no organismo, consequentemente isso se reflete em uma maior força muscular.

A testosterona também favorece a concentração de glóbulos brancos no organismo, o que ajuda a fornecer oxigênio aos músculos, o que explicaria a capacidade de construir músculos, bem como uma melhor força muscular.