Coloca na Roda – Eu, protagonista do mundo. Vamos juntos?

Publicado em 24 de outubro de 2017 por Bruna Martins

Por: Bruna Martins

Será que estamos olhando para o nosso próximo como deveríamos? Em alguns momentos, o mundo parece estar ao contrário e é nessas entrelinhas que as OSCs e os grupos de ativistas, militantes e cidadãos precisam se unir e juntos mostrar o quanto temos voz e força sim!

Essa coluna é um convite para  VOCÊ  ser o protagonista!

.

 

.

Vamos lá:

.

  1. Em benefício de quem? Governo aprova medida que deixa fiscalização do trabalho escravo no limbo, mas STF a suspende 

.

Trabalho é toda atividade remunerada e com condições que  permitam  o trabalhador realizar uma atividade em condições adequadas, salário e benefício legais. Ou  deveria ser assim. Em tempos de Reforma Trabalhista, muitas coisas estão mudando. Através  das últimas decisões, percebe-se o surgimento consequências futuras que não são justas para boa parte da população, mas podem agradar pessoas com interesses específicos, como os donos de grandes indústrias do agronegócio.

Colocar em pauta uma medida que revoga a fiscalização do trabalho parece uma brincadeira de mal gosto né? Infelizmente o Governo Federal não enxerga desta forma!  Desde agosto deste ano a verba destinada à esta fiscalização está parada. No dia 20 de setembro a Conectas Direitos Humanos alertou a Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a gravidade do que isso implica na prática.

Em meio à denúncia contra Michel Temer e dois ministros por crimes de organização criminosa e obstrução da justiça, Temer decidiu fazer um agrado à bancada ruralista na tentativa de salvar a própria pele. Ele aprovou uma  medida que coloca em risco o combate ao trabalho escravo por mudar o conceito de escravidão contemporânea. Há mais de 14 anos, essa medida circula no congresso e é um pleito antigo dos ruralistas. Ou seja: os ruralistas estão tendo seus pedidos aceitos pelo presidente para que ele se livre de denúncias.

Tirinha: Colares Maira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A portaria 1.129 (consulte aqui na íntegra) altera o conceito de trabalho escravo e na prática contribui para que empresas sejam impedidas de ser denunciadas em flagrante e dificulta que esse crime seja combatido.

Lamentável! Mas o que eu e você podemos fazer diante disso? Consultar a lista de empresas que cometem atos de trabalho escravo e deixar de consumir produtos delas pode ser um bom começo (consulte aqui um levantamento divulgado pela equipe do Repórter Brasil ). Felizmente, no início da tarde da terça-feira (24/10), a ministra Rosa Weber do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a medida.

A decisão foi tomada em caráter liminar e Rosa justifica que a portaria não é adequada à legislação, nem ao Direito Internacional e à Justiça. Desta forma, aceitar a medida, nas palavras dela, “debilita a proteção dos direitos que se propõe a proteger”.

Com assinatura anterior do Ministério do Trabalho, a medida reduz as situações que caracterizam o trabalho escravo e abre brechas para a ausência/obstrução de fiscalização do crime.

.

2 . Design para a sustentabilidade: projeto What Design Can Do São Paulo traz esperança e inovação

.

Uma das marcas registradas da Sociedade Global são os projetos e ações no cenário urbano, realizadas por meio do Programa Jovens Profissionais do Desenvolvimento (JPD) ou por parcerias como a  com o coletivo Curitiba Lixo Zero feita recentemente no Fórum Curitiba Lixo Zero. Nesta pegada, acreditamos que projetos coletivos são boas iniciativas em meio às notícias de cunho negativos e decisões obscuras. Por que? São eles que nos permitem acreditar que juntos podemos desenhar de forma democrática e o que queremos para a cidade.

O What Design Can Do vai rolar em São Paulo no mês de novembro e é uma iniciativa internacional que junta as ferramentas do design para a construção de um mundo mais sustentável, ou pelo menos de medidas que são uma gota no oceano para esse sonho coletivo torne-se realidade nas pequenas coisas. O tema desta conferência anual é dedicado às mudanças climáticas. Palestrantes do mundo inteiro farão parte da programação. Paralelamente a isso, no mesmo evento, pesquisadores vão dialogar sobre a violência contra a mulher.

.

Já pensou em criar um projeto ou se unir com a galera? VOCÊ pode ser o protagonista dessa história!

.

3. Para preencher a agenda com coisas boas: uma enxurrada de eventos 

.

Para finalizar a coluna, vamos às dicas de eventos que vão bombar em Curitiba nos próximos dias!  Na pegada ambiental, a Sociedade Global vai participar de dois eventos relacionados às pessoas que se interessam pelo meio ambiente e amam pensar e executar projetos coletivos neste sentido.

Hoje, dia 27 de outubro (sexta), vai acontecer o Climathon Curitiba na Casa Latino-Americana a partir das 9h da manhã. A proposta é fazer um hackathon, onde as pessoas ficam 24h pensando em soluções práticas que contribuam para melhorar as mudanças climáticas a nível local. O evento acontece, também, em 100 cidades ao redor do planeta.

.

Foto: divulgação

.

Hoje também acontece um laboratório de inovação social organizado pelo time da Jornada de Águas Urbanas – Rio Belém, do grupo do JPD . O convite foi feito para todos  os moradores, coletivos e associações pensarem juntos em soluções para revitalizar o Rio Belém. O evento será das 9h às 11h da manhã, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, do Prado Velho.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, texto

.

O Parolin Lixo Zero é a programação de sábado (28). Em parceria com a Cohab, a Associação de Moradores do Bairro e a Sociedade Global, essa ação faz parte da Semana do Lixo Zero. A ideia é juntar a comunidade, discutir sobre o meio ambiente e todos estão convidados a prática do Lixo Zero.  Saiba mais no evento!

.

Dia 29 (domingo), é dia de mutirão do  Coletivo Mão na Terra, o MUDA o mundo – Lixo Zero – Agrofloresta- Permacultura é um MUTIRÃO que junta agrofloresta e permacultura. A ideia é, além de trocar conhecimentos sobre esses temas, degustar frutas locais. Reciclagem, compostagem e plantio também fazem parte da programação. Acesse o evento no facebook.

Gostou das dicas? Vamos juntos ser a mudança que queremos. Podemos não ter a solução de tudo, mas somos protagonistas de nossas vidas e um pouco da voz que pode ressoar no mundo! 😉 

 

Tags:, , , , ,

Compartilhe este post nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*