Escolha uma Página

16406789_622538091267991_2440700054714252561_n

Aos moldes da Praça de Bolso do Ciclista, um novo projeto urbano está sendo criado em Curitiba: a Praça de Bolso da Gilda. A Sociedade Global participou nesta semana de mais uma reunião no gabinete do vereador Goura, autoridade que encabeça o projeto em parceria com o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC). O encontro contou com participantes da produção e do projeto para definir as próximas ações. Para Diego Baptista, articulador da Sociedade Global, “a criação dessa praça representa a retomada do espaço público como um espaço de participação democrática descentralizada e autogestionada pela comunidade”.

A ideia da construção da nova praça surgiu pela constatação de que o terreno situado na esquina entre a rua Cruz Machado e a Visconde de Nácar é um terreno público que estava em situação de abandono, sem qualquer uso. A ativista trans Maitê Schneider, em parceria com o vereador Goura e o crítico de arte Paulo Reis, pensou em uma praça dedicada à Comunidade LGBT com objetivo de promover reuniões e eventos culturais.

16174915_620762288112238_2807365983851429534_n

Decidiu-se então homenagear a moradora de rua Rubens Aparecido Rinque, mais conhecida como Gilda, figura popular em Curitiba nas décadas de 1970 e 1980. A comunicativa travesti puxava conversa com boêmios e jovens que passavam pelo Calçadão da Rua XV, sempre performática e simpática. Virou tema de ensaios fotográficos, artigos científicos, músicas e peças teatrais. Gilda inclusive foi um dos personagens folclóricos registrados no livro que Rafael Greca escreveu recentemente sobre Curitiba. Porém nem tudo eram flores: Gilda sofreu preconceitos, agressões com facões e, por último, para a tristeza de seus admiradores, morreu de tuberculose, cirrose e meningite. Depois de sua morte, a sociedade organizada começou a falar em construir uma praça em sua homenagem, causando polêmica na época.

A Praça de Bolso da Gilda já está fazendo sucesso e tem entre seus apoiadores a cartunista Laerte, que desenhou o perfil de Gilda para decorar o local. Aliás, Goura já conseguiu a aprovação do prefeito Greca para implantar as artes urbanas no espaço. O projeto tem como ponto central a amplificação da calçada, a estrutura para ciclistas, rampa de acessibilidade e mini palco. O foco disso tudo é  a transição de uma cidade cinza e murada para uma capital com mais espaços públicos democráticos.

goura

 

16265895_620762184778915_330575272650663911_n